Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/patologia.medicina.ufrj.br/portal/libraries/cms/application/cms.php on line 464
Graduação - Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina - Trombose Venosa (Mesentério)

VII) DISTÚRBIOS HEMODINÂMICOS

 

TROMBOSE, HEMÁCIAS, FIBRINA, ORGANIZAÇÃO, NEOVASCULARIZAÇÃO CAPILAR

LÂMINA 13.19B - MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. HEMÁCIAS, FIBRINA. ORGANIZAÇÃO DO TROMBO. NEOVASCULARIZAÇÃO CAPILAR. COLORAÇÃO: HEMATOXILINA & EOSINA.

 

UFRJ13.19B.1MesenterioTromboseVenosaHEobj4x

UFRJ 13.19B.1 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. VISÃO PANORÂMICA. NOTE A LUZ VASCULAR PREENCHIDA POR MASSA DE FIBRINA, COM HEMÁCIAS, VASOS NEOFORMADOS NA PERIFERIA E LEUCÓCITOS. O TROMBO ESTÁ ADERIDO À PAREDE VASCULAR (TÚNICA ÍNTIMA). OBSERVE AS FIBRAS MUSCULARES LISAS DA TÚNICA MÉDIA. H&E, PEQUENO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.2MesenterioTromboseVenosaHEobj10x

UFRJ 13.19B.2 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. NOTE O TROMBO ADERIDO À PAREDE DA VEIA, E QUE, O MESMO, CONTÉM FIBRINA, HEMÁCIAS, VASOS CAPILARES NEOFORMADOS (SETA) E LEUCÓCITOS DE PERMEIO. OBSERVE, À ESQUERDA, AS FIBRAS MUSCULARES LISAS DA PAREDE DA VEIA. H&E, PEQUENO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.3MesenterioTromboseVenosaDetalheHEobj20x

UFRJ 13.19B.3 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. ÁREA DE ADESÃO DO TROMBO À PAREDE VASCULAR (TÚNICA ÍNTIMA). OBSERVE O MATERIAL AMORFO EOSINOFÍLICO (FIBRINA E OUTRAS PROTEÍNAS SÉRICAS), AS HEMÁCIAS, OS LEUCÓCITOS, OS VASOS CAPILARES NEOFORMADOS E OS FIBROBLASTOS DE PERMEIO. H&E, MÉDIO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.4MesenterioTromboseVenosaNeovascularizacaoHEobj20x

UFRJ 13.19B.4 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. NOTE, À DIREITA, O TROMBO COM FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO), HEMÁCIAS, LEUCÓCITOS E VASOS CAPILARES NEOFORMADOS (SETA). À ESQUERDA, OBSERVE A PAREDE DA VEIA COM AS FIBRAS MUSCULARES LISAS DA TÚNICA MÉDIA. NO CANTO INFERIOR ESQUERDO NOTAM-SE VASOS CAPILARES NEOFORMADOS. H&E, MÉDIO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.5MesenterioTromboseVenosaPontoUniaoHEobj20x

UFRJ 13.19B.5 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. ÁREA DE ADESÃO DO TROMBO À PAREDE DA VEIA (TÚNICA ÍNTIMA). NOTE OS FIBROBLASTOS (CÉLULAS FUSIFORMES), O LEVE INFILTRADO INFLAMATÓRIO, OS VASOS CAPILARES NEOFORMADOS, A FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO) E AS HEMÁCIAS. H&E, MÉDIO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.6MesenterioTromboseVenosaDetalheHEobj20x

UFRJ 13.19B.6 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. DETALHE DE ÁREA DE ADESÃO DO TROMBO À PAREDE DA VEIA. OBSERVE QUE, NA ÁREA DE ADESÃO, A TÚNICA ÍNTIMA DESAPARECEU, RESTANDO AS FIBRAS MUSCULARES LISAS DA TÚNICA MÉDIA. NOTE, NO TROMBO, OS VASOS CAPILARES NEOFORMADOS, EM MEIO À FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO), LEUCÓCITOS E HEMÁCIAS. H&E, MÉDIO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.7MesenterioTromboseVenosaUniaoIntimaDetalheHEobj20x

UFRJ 13.19B.7 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. NOTE A CONTINUIDADE DA TÚNICA ÍNTIMA COM O TROMBO. OS VASOS CAPILARES NEOFORMADOS ESTÃO PRESENTES NA PAREDE DA VEIA (JUNTO COM FIBROBLASTOS) E NO TROMBO, E REPRESENTAM O INÍCIO DO PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO DO TROMBO. H&E, MÉDIO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.8MesenterioTromboseVenosaUniaoIntimaDetalheHEobj20x

UFRJ 13.19B.8 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. DETALHE DE ÁREA DE ADESÃO DO TROMBO NA PAREDE DA VEIA. NOTE A PROLIFERAÇÃO DE FIBROBLASTOS E VASOS, QUE DISSOCIAM A TÚNICA MÉDIA. OBSERVE OS VASOS CAPILARES NEOFORMADOS PERMEANDO O TROMBO, O QUAL, NESTE FOCO, TEM PREDOMÍNIO DE HEMÁCIAS. H&E, MÉDIO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.9MesenterioTromboseVenosaUniaoIntimaHEobj20x

UFRJ 13.19B.9 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. OBSERVE OS LEUCÓCITOS NO TROMBO QUE, NESTE CAMPO, MOSTRA PREDOMÍNIO DE FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO). NOTE QUE A ÁREA DE ADESÃO DO TROMBO À TÚNICA ÍNTIMA É FROUXA E QUE NESTA PREDOMINA A FIBROSE. À ESQUERDA, HÁ VASOS NEOFORMADOS. H&E, MÉDIO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.10MesenterioDetalheTromboFibrinaHemaciasLeucocitosHEobj40x

UFRJ 13.19B.10 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. DETALHE DO TROMBO. NOTE OS NEUTRÓFILOS DE PERMEIO À FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO) E HEMÁCIAS. H&E, GRANDE AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.11MesenterioDetalheTromboFibrinaHemaciasNeutrofilosHEobj40x

UFRJ 13.19B.11 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. DETALHE DO TROMBO. NOTE OS NEUTRÓFILOS DE PERMEIO ÀS HEMÁCIAS E À FIBRINA. H&E, GRANDE AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.12MesenterioAdesaoTromboIntimaDetalheHEobj40x

UFRJ 13.19B.12 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. DETALHE DA ADESÃO DO TROMBO À TÚNICA ÍNTIMA DA VEIA, COM VÁRIOS FIBROBLASTOS. NO TROMBO OBSERVAM-SE FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO), HEMÁCIAS, CÉLULAS ENDOTELIAIS E FIBROBLASTOS. H&E, GRANDE AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.13MesenterioTromboVenosoRecenteUniaoIntimaDetalheHEobj40x

UFRJ 13.19B.13 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. DETALHE DA ÁREA DE ADESÃO DO TROMBO À TÚNICA ÍNTIMA DA VEIA. NOTE OS FIBROBLASTOS E OS VASOS CAPILARES NEOFORMADOS, QUE INFILTRAM O TROMBO, TENDO FIBRINA E HEMÁCIAS DE PERMEIO. H&E, GRANDE AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.14MesenterioTromboVenosoVascularizacaoDetalheHEobj40x

UFRJ 13.19B.14 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. DETALHE DO TROMBO. NOTE EM MEIO À FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO) E ÀS HEMÁCIAS, VASOS CAPILARES PROLIFERADOS, SENDO BEM EVIDENTES AS CÉLULAS ENDOTELIAIS. H&E, GRANDE AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.15MesenterioTromboVenosoRecenteHEobj10x

UFRJ 13.19B.15 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. NOTE O TROMBO RECENTE OCUPANDO A LUZ DA VEIA E ADERIDO À TÚNICA ÍNTIMA. OBSERVE QUE NO TROMBO HÁ ABUNDANTES HEMÁCIAS E, RELATIVAMENTE, POUCA FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO). A PAREDE DA VEIA MOSTRA FIBROBLASTOS E LEUCÓCITOS. AO REDOR OBSERVA-SE TECIDO ADIPOSO. H&E, PEQUENO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.16MesenterioTromboVenosoRecenteHEobj20x

UFRJ 13.19B.16 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. TROMBO RECENTE ADERIDO À TÚNICA ÍNTIMA DA VEIA. NOTE A FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO) EM MEIO A ABUNDANTES HEMÁCIAS. H&E, PEQUENO AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.17MesenterioTromboVenosoRecenteAdesaoIntimaHEobj40x

UFRJ 13.19B.17 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. DETALHE DO TROMBO NA ÁREA DE ADESÃO À PAREDE VENOSA. NOTE A FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO) E AS HEMÁCIAS DE PERMEIO. OBSERVE A TÚNICA ÍNTIMA EM CIMA E À DIREITA. H&E, GRANDE AUMENTO.

 

UFRJ13.19B.18MesenterioTromboVenosoRecanalizacaoHEobj10x

UFRJ 13.19B.18 MESENTÉRIO. TROMBOSE VENOSA. NOTE ÁREA DO TROMBO COM RECANALIZAÇÃO REPRESENTADA POR VASOS COM CALIBRE AUMENTADO, O MAIOR COM HEMÁCIAS. OBSERVE A FIBRINA (MATERIAL AMORFO, RÓSEO) ENTRE OS VASOS. À DIREITA, A PAREDE VASCULAR TEM FIBROBLASTOS, FIBRAS MUSCULARES LISAS, VASOS CAPILARES E LEUCÓCITOS. H&E, PEQUENO AUMENTO.