Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/patologia.medicina.ufrj.br/portal/libraries/cms/application/cms.php on line 464
Graduação - Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina - 65. Lipossarcoma

65. LIPOSSARCOMA

 

COXA ESQUERDA. NEOPLASIA MESENQUIMAL MALIGNA. LIPOSSARCOMA

 

UFRJ106CoxaesquerdaLipossarcoma

UFRJ 106. MULHER JOVEM. COXA ESQUERDA. LIPOSSARCOMA, SEGUNDO O EXAME HISTOPATOLÓGICO. OBSERVE, ACIMA, CORTE TRANSVERSAL DE COXA ESQUERDA, COM A MUSCULATURA ESTRIADA ESQUELÉTICA REPRESENTADA PELO TECIDO ROSADO NA PERIFERIA, ENVOLVENDO PARCIALMENTE O FÊMUR, E A NEOPLASIA CARACTERIZADA PELO TECIDO ESBRANQUIÇADO RESTANTE, O QUAL CONTRIBUI PARA AUMENTAR MUITO O DIÂMETRO DA COXA. O LIPOSSARCOMA É O SARCOMA MAIS COMUM NO ADULTO, PREDOMINANDO ENTRE A QUARTA E A SEXTA DÉCADAS DE VIDA. COMPREENDE CERCA DE 20% DE TODAS AS NEOPLASIAS MALIGNAS, QUE SURGEM NOS TECIDOS MOLES, SENDO MAIS FREQUENTE NOS TECIDOS MOLES PROFUNDOS, ESPECIALMENTE NAS EXTREMIDADES PROXIMAIS DOS MEMBROS E NO RETROPERITÔNIO. PODE SER MULTICÊNTRICO, PARTICULARMENTE NO ABDÔME E NO RETROPERITÔNIO. TENDE A CRESCER LENTAMENTE E ATINGIR GRANDES PROPORÇÕES, COMO A MOSTRADA NESTA IMAGEM. MACROSCOPICAMENTE PODE TER ASPECTOS AMARELADO E UNTUOSO, COM ÁREAS MUCINOSAS E, OU FIBROSAS, SEGUNDO AS PROPORÇÕES DE TECIDO ADIPOSO, MIXÓIDE OU FIBROSO PRESENTES, ALÉM DE ZONAS DE NECROSE, DEGENERAÇÃO CÍSTICA OU HEMORRAGIA. COMPARE COM A IMAGEM 107.

 

UFRJ107CoxaesquerdaLipossarcoma

UFRJ 107. MULHER JOVEM. COXA ESQUERDA. LIPOSSARCOMA, SEGUNDO O EXAME HISTOPATOLÓGICO. DETALHE DA IMAGEM 106. NOTE A MASSA PARDO-CLARA (LIPOSSARCOMA) OCUPANDO GRANDE PARTE DOS TECIDOS MOLES DA COXA, CONTRIBUINDO PARA AUMENTAR MUITO O VOLUME DA MESMA. OBSERVE A MUSCULATURA ESTRIADA ESQUELÉTICA NA PERIFERIA, ENVOLVENDO O FÊMUR. HISTOLOGICAMENTE O LIPOSSARCOMA COSTUMA APRESENTAR LIPOBLASTOS VARIAVELMENTE DIFERENCIADOS, IMERSOS NUM ESTROMA FROUXO E, OU FIBROSO, COM VASOS SANGUÍNEOS. PODE SER BEM DIFERENCIADO, PARECENDO LIPOMA, OU MIXÓIDE, LEMBRANDO OS MIXOMAS, OU POUCO DIFERENCIADO, COM CÉLULAS REDONDAS OU PLEOMÓRFICO. COMPARANDO‑SE AS VARIANTES HISTOLÓGICAS CITADAS, O BEM DIFERENCIADO, EM GERAL, TEM CRESCIMENTO INDOLENTE, O MIXÓIDE APRESENTA MALIGNIDADE INTERMEDIÁRIA, E O DE CÉLULAS REDONDAS E O PLEOMÓRFICO MOSTRAM ALTA MALIGNIDADE COM COMPORTAMENTO AGRESSIVO LOCAL, RECIDIVAS, E A PROMOÇÃO DE METÁSTASES. LEIA MAIS EM: Liposarcomas. Aspectos clínico-patológicos y moleculares.